HISTÓRICO

Considerando a necessidade de eliminar os agrotóxicos obsoletos do Estado de São Paulo, a expectativa da sociedade paulista pela destinação final destes remanescentes tóxicos e o interesse público e privado na saúde pública e na segurança ambiental, a Secretaria do Meio Ambiente (SMA) e a Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA) instituíram, por meio da RESOLUÇÃO CONJUNTA SMA/SAA N°002, DE 28 DE MAIO 2009, um Grupo de Trabalho Interdisciplinar de Destinação Final de Agrotóxicos.

O Grupo de Trabalho, composto de representantes do poder público, indústrias, distribuidores, entidades de classe e usuários finais, tem como objetivo a elaboração de um programa para viabilizar a destinação final dos agrotóxicos obsoletos, em especial os organoclorados, que estão armazenados nas propriedades rurais do Estado. Como primeira etapa do trabalho, o Grupo identificou a necessidade de realizar um levantamento com o objetivo de buscar informações sobre a quantidade de agrotóxicos obsoletos que porventura tenham permanecido armazenados nas propriedades rurais paulistas, após a proibição de uso na década de 80. Com essas informações, será possível planejar as medidas para retirar esses produtos do meio ambiente rural.